Untitled
Não ponha limites em seus sonhos, ponha fé. ♥
Sim. Sim, eu te amo. Eu caso com você, eu te faço feliz, te dou meu colo como travesseiro e o meu abraço como seu cobertor. Eu te faço sorrir quando você quiser chorar, só vou permitir que lágrimas caiam do seu rosto se for de felicidade, eu nunca vou soltar a sua mão. Eu te protejo. Te levo até um café na cama e te dou morango na boca. Eu te mimo. Eu te cuido até não querer mais, eu tomo as suas dores, eu fico triste quando você fica, eu fico feliz quando você também está. Quero chorar seu choro, sorrir só por te ver sorrir. Vou estar contigo a qualquer momento, vou ser um apoio, um alicerce, um colo… só pra te dar segurança caso você tropece. Vou brigar com você e depois chorar porque brigamos, vou não-resistir à sua carinha de dengo e vou correndo pros seus braços. Eu vou te fazer a pessoa mais feliz do mundo. Só confia em mim, meu amor.
Giulia Mainardi. (via gramaticas)
Se você nem tentou, não saia gritando que não consegue.
Rafael Lemos  (via gramaticas)
Não sei, as vezes eu só quero sumir.
Pretty Little Liars  (via gramaticas)
Você sorri e meu mundo sai do preto e branco.
DG, Rafael Lemos.  (via gramaticas)
Sou aquele tipo de pessoa que morre de amor. Sim, morro de amor mesmo, morro de felicidade também, morro de tristeza, morro de cansaço, morro de rir. Entendeu né? Ponho intensidade em tudo.
Gabriel Silva.    (via gramaticas)
Observe as atitudes, porque palavras bonitas qualquer um pode te dizer a qualquer momento.
Gramaticas. (via gramaticas)
Tenho esse problema de fragilidade, muitas vezes me abalo por coisas pequenas e sem importância.
Gramaticas. (via gramaticas)
Antes de você, eu não entendia as canções, dormia bem todas as noites, não me importava com as minhas roupas, esquecia o celular, tinha pensamentos livres e horas vagas. Meu coração era saudável, lento, constante. Eu não tinha febre psicológica, crise emocional, stress acumulado, nem carência afetiva. Não tinha ciúme, ódio, ou pensamentos psicopatas. Eu sempre tinha a razão, não aguentava reclamações, não planejava tantas coisas boas e bobas. Antes de você eu não morria de saudade, não era tão bem-humorada, não me preocupava em fazer alguém feliz, em cuidar de alguém. Eu não sabia sequer que um abraço curasse tanta dor, que o mundo cabia num sorriso, e que era possível gostar tanto de uma pessoa. A verdade é que antes de você, o meu eu simplismente não existiu, você me fez crescer e me fez ser assim como sou agora, devo tudo a você que me mostrou o verdadeiro significado de um AMOR de verdade, não quero te perder.
Opíparo.  (via gramaticas)